Plano de parto espiritual

Cada mulher é única, por isso, cada uma de nós viveremos a gestação, parto e purpério de formas distintas.
Essa questão é algo que precisamos ter bem claro em nossas mentes.

No entanto, toda informação e troca de experiências são válidas. Seja você mãe de primeira viagem ou não.

Tenho muitas amigas que são mães, lembro que uma delas me contou sobre a dificuldade para amamentar e me disse que a cada dor, ela oferecia como sacrifício pelas almas.

Tomei aquilo como exemplo e durante o parto pensei a mesma coisa. A cada contração e dor eu tentava oferecer às almas todo aquele sacrifício.

Passou, o Benjamin nasceu e depois de algum tempo eu resolvi ler mais sobre isso.

Encontrei várias coisas interessantes e  já tenho boa parte guardada para incluir quando for mãe novamente.

Um deles é o plano de parto espiritual. Sim, a gestação e o momento do parto vão além do esforço físico da mulher.

VEM BENJAMIN 63É algo sobrenatural e por esse motivo, precisamos nos preparar tanto psicologicamente, quanto espiritualmente.

Sendo assim, além do plano de parto já existente na medicina (documento que fica protocolado no hospital, com informações sobre analgesia, ambiente etc), também podemos focar a nossa energia para o plano de parto espiritual.

Esse documento, não precisa necessariamente ser entregue para alguém, já que se trata de algo tão íntimo.

O que você precisa entender é que ele será o seu tempo de qualidade com Deus.

Você pode ir escrevendo com calma, conforme a gestação avança. De preferência em um ambiente calmo, silencioso ou com uma música bem baixinha.

Ore, medite, leia a Bíblia, escreva.Tenha esse encontro entre você, seu bebê e Deus.

Conte para o Senhor quais são suas expectativas para esse momento, seus sonhos e seus medos.

Aliás, principalmente os medos, a dor. Conte todos os detalhes e deixe que o médico dos médicos receba a sua oração.

Em Gênesis descobrimos a intensidade da dor do parto, porém o Novo Testamento também deixa claro que, Deus tomará para si todas as nossas dores.

Felizmente todas nós teremos que passar por um momento de dor e sacrifício de forma singular. É algo natural e que nos molda para uma nova fase da vida.

Por isso, é tão importante olhar para dentro de você e deixar todos os seus aspectos intimamente esclarecidos

VEM BENJAMIN 16
Na I Carta aos Tessalonicenses São Paulo diz o seguinte: “Que o próprio Deus da paz vos sacrifique inteiramente, e que o vosso ser – o espirito, a alma e o corpo – seja guardado irrepreensível para a vinda do Senhor Jesus Cristo” (5.23)

Quando compreendemos que somos formadas por essa tríade: corpo, alma e espírito, tomamos consciência de cada um desses pilares e do que é necessário para cuidarmos melhor deles.

Durante toda gestação cuidamos do nosso corpo físico. Nutrimos, fazemos exercício, tomamos sol…

Algumas de nós também conseguem focar bem na parte psicológica, sendo acompanhada por um terapeuta ou psicólogo.

Mas e a nossa alma? A terceira vertente do nosso ser, talvez a mais importante. Qual o lugar dela na nossa gestação e parto?

Ela é responsável pela nossa inteligência, decisões, emoções, fantasias e tantos outros sentimentos.

Mamães, precisamos nos preparar por completo para esse momento único. Não importa o tipo de parto, e sim, o peso que a sua alma carrega durante o tempo entre espera e execução.

Precisamos estar  totalmente entregues à Cristo que nos fez co-criadoras e participantes reais do milagre e mistério da vida.

Comece agora mesmo pensar nessa tríade e de forma muito especial, na parte espiritual.

Quando preparar seu plano de parto espiritual, seja livre para colocar no papel aquilo que o seu coração mandar.

Mas para dar uma mãozinha, sinalizei uma sequência de leituras bíblicas para você rezar e meditar.

Além disso, tem algumas perguntas para você se fazer e você também pode baixar uma das três opções de planners para deixar tudo anotadinho.

LEITURAS

• Jo 2,5: A maternidade

• 1 Cor 2,14: A mulher e a naturalidade do parto

• 1 Cor 3, 1-2: A fisiologia da mulher e o parto

• 1 Cor 2, 15: A alma feminina e o parto

• Jo 16, 21: A dor do parto

____________ 《》____________

QUESTIONE-SE

– Converse com seus pais e descubra como foi o seu nascimento.

– Faça uma viagem pela sua infância, veja se existe traumas e ore sobre eles.

– Faça uma reflexão sobre o que você conhece sobre gestar e parir.

– O que esse filho já mudou em mim?

– O que me dá medo quando penso no parto?

– O que eu tenho vontade de viver no parto?

– Tenho colocado barreiras para viver esse momento? Quais?

– O que posso fazer para quebrar essas barreiras?

– Como Deus pode me ajudar nesse momento?

Você também pode salvar o arquivo, imprimir e fazer suas anotações.

▪︎ Planner A Doce Espera:

20200614_072215_0000

▪︎ Planner Raio de Sol:

20200614_072143_0000

▪︎ Planner O Simples que Conquista:

20200614_072113_0000

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s