Religião

Uma vez missionária, sempre missionária

Uma pequena partilha de um eterno coração missionário

No domingo (16 dez), foi a primeira vez que fomos a Santa Missa das 10h perto da nossa casa aqui na Baixa da Banheira em Portugal.

Por conta das mudanças, tem acontecido de cada domingo irmos a uma igreja diferente.

Entramos e a igreja estava lotada. O coral se dividia entre adultos, jovens e crianças e eram conduzidos por um homem tocando violão e um Frei que ajudava tocando piano em algumas músicas.

Sim, músicas! E até algumas conhecidas das missas do Brasil. Tudo muito simples e lindo!

Na homilia o padre falou de uma forma tão leve e didática que ficou fácil compreender todas as leituras e o Evangelho.

Até me lembrou meus dias na catequese.

Depois de receber Jesus, senti meu coração palpitar de alegria exatamente como São Paulo descreveu na Segunda Leitura (Fl 4,4-7).

“Leitura da Carta de São Paulo aos Filipenses:

Irmãos: Alegrai-vos sempre no Senhor; eu repito, alegrai-vos. Que a vossa bondade seja conhecida de todos os homens! O Senhor está próximo!”

Dentro do meu coração as palavras da leitura, o entendimento delas se juntavam com uma música muito especial: ” Mas quem vai apagar, o selo que há em mim, a marca da promessa, que Ele me fez”…

E essa alegria se transformou num sonho. Olhava aquela igreja cheia de jovens, alguns de canto, outros meio perdidos e pensava em como seria se ali tivéssemos um grupo de oração sarado.

Música, pregações, adoração, louvores, partilhas. Jovens reunidos para conhecer a verdadeira alegria que vem de Deus.

Sai de lá pensando em como essa marca da promessa fica realmente fixada no coração daquele que se abre as coisas de Deus.

Me lembro do meu sim lá na Canção Nova e como foi doido quando essa música tocou e aquele monte de jovens pulando, chorando e gritando eu tenho a marca da promessa.

Aliás, lembro bem do Pe. Edimilson falando que existiremos enquanto permanecer em nós essa loucura por salvar almas jovens.

E percebi que essa cruz de madeira que carrego no peito por baixo desse monte de blusa de frio, continua aquecendo um coração que ama Jesus acima de tudo e que tem sede de almas jovens para Ele.

14600910_344977719185312_7487038111580133833_n

2 comentários em “Uma vez missionária, sempre missionária

  1. Pam, me deu uma vontade de chorar ao ler, uma saudadezinha de vcs e uma alegria imensa tbm!
    Obrigado por tudo, saiba que te admiro muito e que você tem grande importância pra mulher de fé que me tornei.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s