Roteiro de 2 dias em Lisboa

Portugal é lindo e repleto de detalhes que estão naquela lista do “precisa conhecer”, mas sabemos que essa não é a realidade de todos que vêm ao país.

Pensando nisso, fiz uma programação para ajudar aqueles que irão pousar em Lisboa e tem pouco tempo para conhecer a cidade e aproveitar as belezas que ela oferece.

Já aviso que não foi nada fácil, então terminando de ler esse texto já compartilha com os amigos que tem Lisboa na lista das próximas viagens.

Chega de falatório e vamos ao que interessa!

1 dia – chegada em Lisboa

Como não temos tempo a perder, o negócio aqui é deixar a mala no lugar onde vai ficar e ir para a rua.

Nossa primeira parada será na Sé de Lisboa, onde conseguimos ir a pé (tem que aguentar a subidinha) ou de tuk tuk. Também conhecida como Igreja de Santa Maria Maior, é um dos monumentos medievais mais antigos de Lisboa, com data da Segunda metade do século  XII.

Devido os terremotos e incêndio a Sé passou por algumas alterações, tendo dois estilos arquitetônicos principais: romântico e gótico. Se é linda por fora, imagina o interior repleto de detalhes!

Na parte superior da igreja está o Tesouro da Sé, composto por quatro salas com relíquias de diferentes épocas.

A Catedral abre diariamente das 9h às 19h
Claustro: diariamente das 10h às 18h e custa 2,50 euros
Tesouro da Sé: segunda a sábado das 10h às 17h e custa 2,50 euros

De lá, caminhando um pouco mais encontraremos o Miradouro de Santa Luzia, que nos possibilita ter uma das vistas mais belas de Alfama e o rio tejo vistos de cima. Considerado um dos mais belos miradouros, esse espaço conta com azulejos com representações da Praça do Comércio antes do terremoto de 1755 e também do ataque cristão ao Castelo de S. Jorge. Ah! Se prepare para fotos lindas!

 

Descendo as escadas do Miradouro entraremos nas famosas ruelas de Alfama, um dos bairros mais autênticos de Lisboa que reúne uma vasta riqueza artística. Características singulares dão o tom de alegria e tranquilidade desse lugar rodeado de prédios antigos e coloridos. Por aqui também é possível ouvir o famoso fado que ecoa de pequenos restaurantes localizados nas ruas pequenas e repletas de turistas.

 

Caminhando as margens do rio Tejo chegaremos ao Terreiro do Paço ou Praça do Comércio como ficou conhecida. Aqui é parada obrigatória para todos que vem a Lisboa!

A partir dessa localização é possível definir um novo caminho para conhecer outros lados de Lisboa, sentar as margens do rio Tejo e experimentar as castanhas quentinhas ou apenas descansar nas escadinhas de D. José I e do cavalo Gentil, obra de Machado de Castro.

Atravessando a rua chegamos ao Arco Triunfal da Rua Augusta, que ao subir possibilita mais uma daquelas vistas impressionantes do rio Tejo e Praça do Comércio. Com os suntuosos prédios amarelos o Arco marca a entrada para as ruas repletas de lojas, restaurantes, artistas e, claro, turistas. O monumento abre para visitas diariamente das 9h às 19h e o valor é 2,50 euros.

 

Estando aqui fica fácil escolher um lugar para degustar um jantar típico português acompanhado de um bom vinho, mas a minha sugestão é abrir o apetite com o famoso pastel de bacalhau com queijo Serra da Estrela da Casa Portuguesa do Pastel de Bacalhau, que custa 4 euros a unidade.

2 dia – aproveite ao máximo

No segundo dia é importante acordar cedo para aproveitar ao máximo esses dois lugares que vou sugerir.

O distrito de Belém guarda boas histórias, lindas vistas e, como não poderia faltar, sabores surpreendentes (foi aqui que experimentei o melhor cachorro-quente de Lisboa). É possível chegar de autocarro ou bonde número 15E.

Se tem pouco tempo para a visita a Belém a minha sugestão é focar nas principais atrações turísticas: Mosteiro dos Jerônimos, Padrão dos Descobrimentos, Torre de Belém e a confeitaria Pastéis de Belém.

Para economizar tempo, dessa vez indico não visitar as atrações por dentro, já que costuma demorar um pouco. Apenas a Igreja dos Jerônimos é possível visitar gratuitamente.

Tudo está localizado bem pertinho, sendo possível fazer todo o trajeto a pé e ainda aproveitar a vista do grande jardim que separa as atrações.

Prepare-se apenas para perder alguns minutinhos na fila dos pastéis de Belém. Por incrível que pareça a espera para consumir no local não demora tanto e vale cada segundo.

Aqui a minha dica é experimente os pastéis de Belém com um pouco de canela, cada um custa 1,10 euros. Vale acompanhado de um delicioso chocolate quente e se ainda tiver fome um pão de Deus com presunto vem a calhar.

 

Como tudo que é bom dura pouco, chegou a hora de ir, organizar as coisas e seguir viagem!

Logo mais trago outras sugestões lisboetas para vocês, enquanto isso aproveita para deixar seu comentário e compartilhar essas sugestões com seus amigos.

Até a próxima!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s