Sua vez de morar fora do país

Assim que mudamos de país além dos votos de sucesso, o que mais escutamos foi a seguinte pergunta: como vocês fizeram para mudar para Portugal?

Sinto desapontar, mas a resposta talvez não seja bem a que você gostaria de ouvir. Porém é a mais verdadeira: viemos.

 

Brincadeirinha! 🤗

Para você sair do país você vai precisar de três itens básicos: coragem, um valor razoável em dinheiro e o minímo de planejamento.

• Coragem para deixar tudo e enfrentar os infinitos obstáculos que irão surgir diante do seu nariz.

• Dinheiro que parece bobeira mas não é. Dá pra viver com pouco? Dá! Porém fazer isso em um país desconhecido não é tão fácil assim.

• Planejamento é fundamental. Saber algumas palavras na idioma do país, entender a linha do mêtro e algumas caracteríticas da cidade ajuda e muito.

Claro que tem sempre aqueles que metem o louco e vão! Mas eu prefiro seguir alguns passos “seguros” e sugiro que você também.

Então vamos ao que interessa: antes de virmos para a Europa pesquisamos e conversamos muito.

Também aprendemos a nos desapegar de muitas coisas, o que é fundamental quando você escolhe estar longe de casa.

O que inclui família, amigos, roupas, coleções e até velhos hábitos como aquele banho fervendo ou manteiga no café da manhã.

Já quando o assunto são as questões burocráticas entenda que ela começa no Brasil e não acaba nunca. Tome doses cavalares de paciência.

Ainda no Brasil adquira as passagens, seguro viagem, hospedagem, dinheiro e os demais requisitos que o país de destino pede.

Detalhe importante, tenha aos menos o valor para viver no mínimo durante 1 ano (vai que você não consegue um trabalho).

Encare as horas de vôo com bom humor, os perrengues com mala pesada e transportes também.

Chegando no país tão sonhado, vista sua força de vontade para correr atrás de documentos, lugar para ficar e emprego.

Isso pode demorar horas, dias ou meses.

Por fim, aprenda a viver sozinho ou apenas com a pessoa que você foi. Serão apenas vocês e Deus.

E nunca esqueça que educação e respeito cabem em todo lugar e país. Esse é o princípio básico para o manual de sobrevivência de quem deseja alçar voos fora do seu local de origem.

Se você também quer sair por aí, fica de olho aqui no blog que eu vou partilhar com você como tem sido a vida em terras portuguesas.

Ah! Tem um amigo que está doido para embarcar nessa loucura, compartilha esse post com ele.

Dá uma olhada aí do lado e me siga no Instagram, lá tem sempre novidades fresquinhas!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s